quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O mundo vai acabar...e ela só quer dançar.

Pois bem... O mundo iria acabar no dia 21 de dezembro de 2012, sexta-feira. Nada aconteceu.

A única coisa foi no dia seguinte (22)... Do meio para o fim da tarde... Raios e trovões!!!!! Fortíssimos! Contínuos!!!

Céu totalmente branco (cor madeira clara de móvel). Chovia...mas o espetáculo foi mesmo dos trovões com seu parceiro inseparável relâmpago.

Era diferente. Porém não passou disso. As redes sociais só comentando o fenômeno. Mas nada que assustasse ou amedrontasse. Foi apenas como falei...diferente. Poderia ter sido o "fim" do mundo, mas não foi desta vez. (Risos).

Novamente caiu por terra mais uma teoria do fim do mundo que o ser humano vive tentando impor a todos nós.

E precisa ser deixado claro que não foram os maias que disseram que seria o fim do mundo. Apenas escreveram que dia 21-12 seria uma mudança de ciclo. Não sei de mais detalhes. Mas "fim do mundo"?? De forma alguma.

Tanto é que estou aqui postando neste dia 26-12-12 às 22 horas e 45 minutos de uma quentíssima quarta-feira. (Risos).

Por fim, encerro com uma música do Capital Inicial chamada "Natasha", cujo trecho da letra dela leva o nome titular deste post.

Saudações blogueiras.

video

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Insônia, corpo, querer entender, devaneios e sono.

Pois é....insônia. Eu não tenho esse problema, mas incrivelmente ela se manifesta sempre de domingo para segunda.  Não fico com sono e só pego quando são 2 ou 3 da manhã (indo dormir 23h40min/ 00 h).

Há anos acontece isso comigo. Dizem ser ansiedade. Mas me pergunto: ansiedade? De quê? Em quê? Por quê? E pra quê?

A meu ver, não há motivo algum que constitua suficientemente meu corpo metabolizar-se dessa forma. Não tomo café, não bebo refrigerante de guaraná e nem sou de comer à noite.

A consequencia disso é ficar com sono no trabalho. E para resolver isso, tomo um suplemento de cafeína em cápsula ou de guaraná para eliminá-lo (sono).

Esse suplemento é destinado a atletas. Não sou atleta e não pratico nenhum esporte, salvo uma caminhada um dia ali ou aqui.

Procuro evitar ao máximo tomá-lo justamente para não me viciar, tomando-o diariamente. Se consumo-o hoje, a próxima será daqui a muito tempo (como em um mês, por exemplo).

Parece que curiosamente o meu corpo é uma caixinha de surpresas. É um exercício eterno de autoconhecimento. Por quê? Porque algumas vezes eu tentei dormir por mais horas que o convencional e deu certo. E descobri que 8 horas de sono são insuficientes para ter um sono saudável. Mas ao mesmo tempo descobri também que dormir 5 horas ou até 1 hora a menos dessas cinco o meu corpo fica "satisfeito" e não fico com sono durante o dia.

Aí me questiono de novo: caramba...ou eu durmo 9-10 horas ou 4 horas e meia para ter uma boa qualidade de vida no cotidiano. Como que fica? Não é sempre que dá para fazer isso com plena eficiência todo dia. Muitas vezes acontecem diversas circunstâncias na nossa vida que impedem de queremos controlar as horas ou flexibilizar horários para adaptar ao "fresquinho" do corpo. (Risos). É fogo, viu!!

Hoje, quarta-feira, 05 de dezembro de 2012 acordei de mau-humor, cheguei atrasado ao serviço por estar com sono (não dormi bem) e ainda levo bronca. Tive que vir de táxi para não chegar mais atrasado ainda no serviço. Saco!

Por que nessas horas dá-me vontade de ser rico, hein? (Risos). Bons tempos da infância em que minha preocupação era apenas brincar, brincar e brincar. Bobas são as crianças que querem crescer logo. Devaneando: eh, terra do Nunca...Peter Pan.

Oooooooops!!!!!!!!!!  Márcio-Marcinho, Márcio- Marcinho...vamos, vamos!!!!!!!!!! Volte à realidade. Nem sequer joga na lotérica (Loto fácil, Lotomania, Quina ou Mega sena) para obter algum êxito do que sonha. Desça dessa "escada imaginária" que fica no mundo dos fantasistas e volte seus pés ao chão. Isso, muito bem...assim...Isso. Márcio Gonçalves dos Santos está escrevendo um blog e postando http://www.marcioconta.blogspot.com.br. É isso. Estamos falando de insônia e sobre a frescura do corpo sobre o descanso. Pronto. (Risos).

Encerro este artigo ainda tentando desvendar os mistérios do meu "eu", mesmo. Apesar disso (esse problema de faltar sono), sou feliz, graças a Deus.

Saudações blogueiras do Marcinho aqui. Um abraço.